Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

Poemas pseudo-hesiódicos

 
Pirítoo e Teseu no hades

Na Antiguidade, Hesíodo foi considerado, assim como Homero, autor de uma série de poemas épicos sobre vários temas. Todos são razoavelmente posteriores à época em que viveu (c. -700) e de estilo suficientemente diferente para que os eruditos modernos acreditem que não são de sua autoria. Alguns são conhecidos somente pelo título e, em muitos casos, a atribuição a Hesíodo foi contestada já na Antiguidade.

As duas mais importante epopeias pseudo-hesiódicas, Catálogo das Mulheres e Escudo de Héracles, são menos mal conhecidas e serão abordadas em sinopses próprias. Dos demais, ignoramos o autor e a data; temos apenas o título, alguns fragmentos e poucas pistas sobre o tema.

Eis os mais importantes:

Μεγάλαι Ἠοῖαι / Grandes Ehoiai
Semelhante ao Catálogo das Mulheres.
Κήυκος γάμος / Casamento de Céix
Mito de Alcione, filha de Éolo, e de Céix, filho de Heósforo.
Μελαμποδία / Melampodia
Possivelmente em três livros. Mito do médico-adivinho Melampo e, possivelmente, também o de Tirésias e outros adivinhos.
Πειρίθου κατάβασις / Descida de Pirítoo [ao Hades]
Pirítoo, Teseu e Meleagro são personagens da história.
Αἰγίμιος / Egímio
Autor: Hesíodo? Cércope de Mileto? Contém vários mitos, e.g. , Greias, Teseu, o tosão de ouro e Aquiles.
Ἀστρονομία ou Ἀστρολογία / Astronomia ou Astrologia
Descreve o nascimento e o ocaso de estrelas e constelações.
Χείρωνος ὑποθῆκαι / Preceitos de Quíron
Conselhos de fundo moral, religioso e prático atribuídos ao centauro Quíron.

Segundo Calímaco (Epigr. 27), Astronomia serviu de modelo para o poema Fenômenos, de Arato de Soli (fl. -300/-250).

Fontes, edições, traduções

A maior parte dos fragmentos disponíveis vêm de antigas antologias ou de menções de outros autores, como Pausânias, Ateneu e o Pseudo-Apolodoro. Quantidade menor, porém cada vez mais significativa, sobreviveu em papiros da época greco-romana. Do poema Descida de Pirítoo ao Hades, por exemplo, resta um único papiro, bastante fragmentário.

Os fragmentos são conhecidos desde o início do século XVII (e.g. Heinsius, 1603 e Graevius, 1667) e foram reunidos, em maior ou menor escala, por vários editores (e.g. Kinkel, 1877 e Rzach 31913). As edições mais recentes e mais atualizadas são a de Merkelbach e West (1967) e a de Most (2006/2007). A de Most, utilizada aqui no Portal, é acompanhada por tradução, comentários e índice onomástico.

Não há traduções sistemáticas desses textos para o português, a não ser pequenos trechos citados em alguns trabalhos acadêmicos.

Créditos das ilustrações

i1171Pirítoo e Teseu no hades → Ver comentários.

Imprenta

Artigo nº 1063
publicado em 16/02/2016.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Poemas pseudo-hesiódicos. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=1063. Consulta: 23/04/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 25/03/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017