Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

O jovem Aquiles

 
Peleu, Aquiles e o centauro Quíron

Independentemente da desagradável cena do "pomo da discórdia", o casamento de Peleu e Tétis não foi bem-sucedido. A deusa abandonava frequentemente o marido para ficar no palácio de Nereu, seu pai, e matou inadvertidamente os seis primeiros filhos ao tentar torná-los imortais.

A técnica, segundo a lenda, era perigosa: Tétis mergulhava a criança recém-nascida no fogo para que os elementos mortais, provenientes de Peleu, pudessem ser consumidos. Somente o sétimo filho, Aquiles (gr. Ἀχιλλεύς), sobreviveu, pois o pai retirou-o a tempo do fogo.

Frustrada na tentativa de tornar Aquiles imortal, a deusa conseguiu no entanto torná-lo invulnerável mergulhando-o no Estige, rio subterrâneo que corria no Hades. Mas a nereida teve de segurar a criança pelos calcanhares, e assim essa parte de seu corpo continuou vulnerável...

Abandonado por Tétis, encolerizada por sua interferência, Peleu levou então o filho a Quíron para que o sábio centauro o educasse. Com ele o jovem Aquiles aprendeu, além das artes guerreiras, a medicina.

Peleu, ciente de que seu filho morreria caso participasse da guerra de Troia, procurou evitar sua morte obrigando-o a ir para a corte do amigo Licomedes, soberano da Ilha de Squiros. Licomedes vestiu Aquiles de mulher e escondeu-o nos aposentos das mulheres, mas isso pelo menos não o impediu de se unir a Deidâmia, filha do rei, e gerar um filho chamado Neoptólemo.

A despeito de todos os cuidados, no entanto, Aquiles e também Neoptólemo teriam papéis decisivos na conquista de Troia, anos depois. Aquiles tornou-se o mais poderoso dos guerreiros gregos; sua força, ferocidade e velocidade na corrida tornaram-se mais lendários do que a própria lenda. Homero chamava-o, por exemplo, de πόδας ὠκὺς Ἀχιλλεύς ("Aquiles de pés rápidos" — v.g. Il. 1.84).

Iconografia

Muitos vasos antigos e diversas pinturas neoclássicas mostram Peleu entregando o jovem Aquiles a Quíron. Do Período Romano em diante muitas cenas de Aquiles em Esquiros foram também representadas.

Outras iluminuras

 
Aquiles na corte de Licomedes.

Créditos das ilustrações

i0009Peleu, Aquiles e o centauro Quíron → Ver comentários.
i0756Aquiles na corte de Licomedes → Ver comentários.

Links externos

Imprenta

Artigo nº 0866
publicado em 09/01/2000. Atualização: 14/12/2007.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. O jovem Aquiles. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0866. Consulta: 22/09/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 30/04/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017