Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

Homero, Ilíada e Odisseia

Como disse Platão, Homero foi, no mais pleno sentido, o educador da Grécia.
Henri-Irénée Marrou, 1965
 

O nome de Homero (gr. Ὅμηρος), o mais antigo e respeitado poeta da Grécia Antiga, está vinculado há mais de 2.600 anos à Ilíada e à Odisseia. Não há nenhuma evidência, no entanto, de que ele tenha realmente existido ou de que tenha escrito qualquer uma dessas duas epopeias, tradicionalmente chamadas de poemas homéricos.

Homero (c. -750)

Segundo Heródoto (-484/-425), Homero teria vivido 400 anos antes dele (Hdt. 2.53). Estudos recentes, porém, situam a data de composição da Ilíada e da Odisseia no fim da Idade das Trevas (c. -750) ou no início do Período Arcaico (-750/-713). O uso predominante do dialeto iônico sugere que o autor dos poemas veio provavelmente da Iônia. Que ele era um aedo cego nascido especificamente em Quios ou em outro lugar da região e se chamava Homero, porém, não tem qualquer comprovação histórica. Não são confiáveis, igualmente, as numerosas Vidas (lat. Vitae) de Homero que proliferaram na Antiguidade.

As calorosas disputas que tentam esclarecer a origem da Ilíada e da Odisseia desde o Período Helenístico compõem a famosa "Questão Homérica", que pode ser resumida assim:

  1. seriam a Ilíada e a Odisseia obra de um só poeta?
  2. teriam sido criadas a partir da união de vários poemas isolados?
  3. qual dos poemas é o mais antigo?
  4. seria "Homero" o nome atribuído a algum poeta anônimo que organizou uma extensa e antiga tradição oral?
  5. teria sido "Homero" um poeta genial que simplesmente se baseou em temas da tradição oral de diversas épocas?
  6. seriam os dois poemas, como os conhecemos, modificações tardias dos poemas originalmente compostos?

Discute-se esses itens — e outros ainda — até hoje... No momento, a maior parte dos eruditos parecem inclinar-se à possibilidade de que os dois poemas foram escritos por duas pessoas diferentes, e que a Ilíada é o mais antigo dos dois.

Além da Ilíada e da Odisseia, outras obras foram tradicionalmente atribuídas a Homero na Antiguidade, mas sem respaldo histórico ou literário: o Margites, poema cômico a respeito de um herói trapalhão; a Batracomiomaquia, paródia burlesca da Ilíada que relata uma guerra fantástica entre ratos e rãs, e os hinos homéricos.

Independentemente das numerosas questões que envolvem Homero, a poesia atribuída a ele foi profundamente reverenciada durante toda a Antiguidade e seus versos eram considerados fonte geral de sabedoria e citados constantemente por todos.

Além disso, muitos gêneros literários antigos, como por exemplo a tragédia ática, e quase toda a literatura ocidental, foi influenciada em diferentes níveis e graus pelos poemas homéricos. A Eneida de Virgílio (-30/-19), os Lusíadas de Camões (1572) e o Ulisses de Joyce (1921) são apenas alguns dos numerosos exemplos de influência direta.

Outras iluminuras

 
Apoteose de Homero.

Referências

Henri-Irénée Marrou, História da educação na Antigüidade, trad. M.L. Casanova, São Paulo, Herder e EdUSP, 1965.

Leitura complementar brpt

R. Aubreton, Introdução a Homero, São Paulo, Difusão Européia do Livro, 21968. H.A.W. Bunse, As biografias de Homero, Porto Alegre, Ed. URGS, 1974. P. Vidal-Naquet, O Mundo de Homero, trad. J.B. Melo, São Paulo, Companhia das Letras, 2002.

Créditos das ilustrações

i0297Homero (c. -750) → Ver comentários.
i1027Apoteose de Homero → Ver comentários.

Links externos

Imprenta

Artigo nº 0261
publicado em 08/04/2000. Atualização: 17/01/2007.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Homero, Ilíada e Odisseia. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0261. Consulta: 23/04/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 25/03/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017