logo

O cinto de Hipólita

 
Héracles contra as amazonas
ἔνατον ἆθλον Ἡρακλεῖ ἐπέταξε ζωστῆρα κομίζειν τὸν Ἱππολύτης.

Para o nono trabalho, 〈Euristeu〉 encarregou Héracles de trazer o cinto de Hipólita.

No seu novo trabalho para Euristeu, Héracles teve que combater as amazonas. Façanhas paralelas: luta contra o monstro marinho e o saque de Troia.

As amazonas, poderosas e belicosas mulheres guerreiras que já haviam enfrentado o herói Belerofonte, viviam na mítica Temiscira, perto do Ponto Euxino (Mar Negro).

A rainha das amazonas, Hipólita, recebera de Ares um precioso cinto, cobiçado pela filha de Euristeu, sacerdotiza de Hera. O rei de Micenas encarregou Héracles de trazer o cinto de Hipólita, e o herói embarcou para Temiscira junto com Teseu, Télamon, Peleu e outros companheiros.

Héracles já havia convencido a rainha Hipólita a ceder-lhe amistosamente o cinto, quando a deusa Hera, disfarçada, incitou as amazonas à luta. Na batalha que se seguiu as Amazonas foram derrotadas, e Héracles conseguiu o cinto. Segundo algumas versões, a rainha Hipólita morreu durante a luta, atingida pelo próprio Héracles.

Uma passadinha em Troia

Na viagem de volta, Héracles passou por Troia, onde o rei Laomedonte estava com um sério problema. Apolo e Posídon, há algum tempo, haviam construído as muralhas da cidade e, diante da recusa do rei em pagar seus serviços, enviaram, respectivamente, uma peste e um monstro marinho contra a cidade.

Quando Héracles chegou, a princesa Hesíone estava a ponto de ser sacrificada ao monstro para aplacar os deuses. Héracles se comprometeu a salvar a princesa, em troca de um pagamento, e efetivamente matou o monstro. Mas Laomedonte, mentiroso contumaz, se recusou a pagar o que prometera e ainda expulsou o herói e seus companheiros da cidade.

Héracles nada pôde fazer naquele momento; sua memória, porém, era excelente. Anos depois, já livre dos trabalhos e da servidão junto a Ônfale, voltou com os amigos e um exército. Ajudado principalmente por Télamon, rei de Salamina, conquistou a cidade, matou Laomedonte e também todos os seus filhos. Apenas Príamo, o mais novo, foi poupado, em virtude das súplicas de Hesíone. E Télamon recebeu Hesíone das mãos do próprio Héracles.

leia mais