Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

As aves do lago Estínfale

ἕκτον ἐπέταξεν ἆθλον αὐτῶι τὰς Στυμφαλίδας ὄρνιθας ἐκδιῶξαι.
Apollod 2.5.6

Para o sexto trabalho, 〈Euristeu〉 mandou-o expulsar as aves Estinfalianas.

 
 
Héracles e as aves do lago Estínfale

As aves estinfalianas eram enormes, muito numerosas e se escondiam em um bosque às margens do Lago Estínfale, no extremo norte da Arcádia, perto do Monte Cilene. Verdadeira praga, devoravam constantemente os frutos e as colheitas da região, e algumas versões relatam que atacavam também os homens.

Héracles foi incumbido de dar um jeito nesse problema. A maior dificuldade, porém, consistia justamente em tirar as aves do bosque. O herói recebeu então, da deusa Atena, um par de címbalos de bronze, confeccionados pelo deus Hefesto; sem se aproximar muito, vibrou os címbalos com toda sua força, ou golpeou a encosta da montanha com eles. Alguns mitógrafos afirmam, por outro lado, que o próprio Héracles confeccionou os címbalos.

De qualquer modo, o barulho foi tão intenso que as aves abandonaram desordenadamente o bosque; em algumas versões, o herói abateu todas elas sem dificuldade, com as flechas. Em outra curiosa versão, registrada em uma das cenas de um vaso de figuras negras do British Museum (Fig. 0222), ele teria usado uma espécie de funda.

Fontes e literatura

A fonte mais antiga é o poeta épico Pisandro (Fr. 4); as demais são Ferécides (3 F72), Helânico, Pseudo-Apolodoro e Diodoro Sículo (4.13.2).

Iconografia e literatura

[ em andamento ]

Créditos das ilustrações

i0222Héracles e as aves do lago Estínfale → Ver comentários.

Links externos

Imprenta

Artigo nº 0033
publicado em 10/03/1998.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. As aves do lago Estínfale. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0033. Consulta: 16/12/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 10/11/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017