Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

Lete e Áte, esquecimento e erro

... ainda falta muito!...
MINUTA / ESBOÇO...
r
 
As águas do Lete

Dentre os filhos de Nix, Éris aparentemente foi a única a ter, por sua vez, descendência. Assim como quase todos seus irmãos, os “filhos” de Éris surgiram por simples desdobramento e personificam vários outros aspectos da existência humana, alguns em forma plural. Destacam-se:

Lete (gr. Λήθη), o esquecimento; as Mentiras (gr. Ψεύδεα); a Desordem (gr. Δυσνομία); Áte (gr. Ἄτη), o erro; Orco (gr. Ὅρκος), o juramento.

A abstrata Lete foi associada concretamente por Platão a um dos rios do Hades, cuja água era bebida pelas sombras dos mortos para esquecer o que haviam sido em vida.

Áte é a divindade leve e ágil que pousa os pés na cabeça dos mortais e dos imortais, sem que eles percebam, e os induz a cometer erros. Sua participação mais notável se deu no mito do nascimento de Héracles.

variantes

Na Ilíada (19.91), Áte é mencionada como filha mais velha de Zeus.

 
Fontes principais

Áte. Ilíada 9.504-7 e 512; 19.91-6 e 125-9.

Lete. Platão, República 621c; Apolônio de Rodes 1.640-5; Virgílio, Eneida 6.703-15.

Iconografia

 

Créditos das ilustrações

i1375As águas do Lete → Ver comentários.

Imprenta

Artigo nº 1169, Esboço preparado em 04/03/2019.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Lete e Áte, esquecimento e erro. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=1169. Consulta: 22/03/2019.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 22/03/2019 ← novidades Contato Outras páginas do autor Créditos
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2019