Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO
480 palavras

A abstrata descendência de Nix

 
Tânato (?)

Depois da breve união com Érebo que resultou em Éter e Hemera, Nix deu origem — sozinha — a muitas outras divindades. A maior parte desses desdobramentos de Nix representa aspectos relativamente sombrios da existência humana.

Com exceção das Hespérides e das Moiras, que têm mitos próprios, a maior parte desses descendentes representa conceitos e abstrações personificados. Sua importância nos mitos é, consequentemente, muito variável.

De acordo com Homero, certa vez a deusa Hera prometeu casar Hipno com uma das Cárites (Il. 14.264-79). Não sabemos se assim foi, mas de qualquer modo sua irmã Éris, a Discórdia, foi a única a ter descendência.

Genealogia

Em tempos antigos, Nêmesis (gr. Νέμεσις) representava, por exemplo, a vingança divina diante da ὕβρις, ‘híbris’, comportamento desmedido ou excessivamente presunçoso da parte dos mortais. Éris (gr. Ἔρις) personificava a discórdia. A Quer (gr. Κήρ) ou eventualmente as Queres (gr. Κῆρες) eram antigas divindades relacionadas com o destino e, mais especificamente, com a morte violenta, notadamente em batalha. E Moro (gr. Μόρος), logo suplantado pelas Moiras, representava o quinhão que cada homem recebe durante a vida.

Eis algumas outras abstrações e personificações, em ordem alfabética:

  • Apáte (gr. Ἀπάτη), o engano;
  • Filótes (gr. Φιλότης), a amizade;
  • Geras (gr. Γῆρας), a velhice;
  • Hipno (gr. Ὕπνος), o sono;
  • Lissa (gr. Λύσσα), a raiva ou a fúria;
  • Momo (gr. Μῶμος), a zombaria;
  • Oizus (gr. Οἰζύς), a miséria;
  • Oniro (gr. Ὄνειρος), o sonho;
  • Tânato (gr. Θάνατος), a morte.
Oniro visita Alcione

Hipno auxiliou a deusa Hera no episódio conhecido por ‘engano de Zeus’ (gr. Διὸς ἀπάτη, na Ilíada (14.153-362) e Lissa participa ativamente da tragédia Héracles, de Eurípides.

O reino de Oniro é descrito na Odisseia (Od. 19.559-67) e ele tem uma pequena participação em versões tardias da lenda de Alcione. Tânato participa das lendas de Sísifo e de Alceste.

Iconografia e culto

Hipno e Tânato eram representados como homens alados que transportavam guerreiros mortos. Nêmesis, inicialmente simples figura feminina, em épocas tardias recebeu asas.

Nêmesis tinha um célebre santuário em Ramnunte, na Ática, era honrada em um festival ateniense chamado Nemésia e cultuada em Esmirna, Patras e Cízico. Tânato e Hipno, tratados como irmãos gêmeos, tinham estátuas e um culto em Esparta (Paus. 3.18.1).

Iluminuras complementares

 
0433
Nêmesis (a Grande Fortuna)
 
0110
Hermes, Hipno e Tânato
Museu Arqueológico Nacional de Cerveteri

Créditos das ilustrações

i1076aTânato (?) → Ver comentários.
i1022Oniro (Morfeu) visita Alcíone → Ver comentários.
i0433Nêmesis (a Grande Fortuna) → Ver comentários.
i0110Hermes, Hipno e Tânato → Ver comentários.

Links externos

Imprenta

Artigo nº 0093, publicado em 11/01/1999. Última atualização: 07/09/2007.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. A abstrata descendência de Nix. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0093. Consulta: 18/04/2019.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 22/03/2019 ← novidades Contato Outras páginas do autor Créditos
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2019