Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

O Cipriota Antigo

 
Cabeça masculina

Novos colonos estabeleceram em Chipre, por volta de -2500, a cultura do Cipriota Antigo.

A ilha manteve características culturais próprias, aparentadas ao Neolítico, até o fim do Calcolítico. Por volta de -2500, com a chegada de novos colonos da Anatólia, cessou o isolamento cultural da ilha. Os mais importantes estabelecimentos conhecidos são Filia (-2300/-2200), Vounous (-2200/ -2100) e Ambelikou (-2200/-2000).

A descoberta das ricas jazidas de cobre desencadeou intensivas trocas comerciais com as regiões vizinhas, e a exportação dessa importante matéria-prima, iniciada por volta de -2500/-2300, tornou-se a característica principal de Chipre nos milênios seguintes.

A cerâmica, as estatuetas de argila, as joias, as armas e os vasos de metal, entre outras coisas, passaram a mostrar uma curiosa mistura de elementos locais e influências externas, notadamente da Anatólia. Os mortos eram enterrados em sepulturas individuais ou múltiplas, constituídas por uma câmara circular escavada em geral nos flancos das colinas.

Outras iluminuras

 
Vaso cipriota com incisões.
 
Lâminas e machado de cobre.
 
Altar cipriota.
Nicósia, Museu (Arqueológico) de Chipre

Créditos das ilustrações

i0044Cabeça masculina → Ver comentários.
i0962Vaso cipriota com incisões → Ver comentários.
i0071Lâminas e machado de cobre → Ver comentários.
i0251Altar cipriota → Ver comentários.

Em outras partes do Portal

Imprenta

Artigo nº 0297
publicado em 13/07/2000.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. O Cipriota Antigo. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0297. Consulta: 23/04/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 25/03/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017