Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

Tritão

 
Tritão e o jovem Teseu

Tritão (gr. Τρίτων) é, possivelmente, uma das mais antigas divindades marinhas, do mesmo naipe de Nereu e Fórcis. Na maioria das tradições é, porém, considerado filho de Posídon e Anfitrite.

De corpo humano e cauda de peixe, vivia no fundo do mar e era capaz de provocar tempestades, assumir diferentes formas e mover ilhas e rochedos. Os gregos da época clássica acreditavam que havia mais de um tritão e que todos eles, assim como as nereidas, faziam parte do séquito de Posídon.

As lendas mais tardias referem-se também a um deus marinho chamado Glauco, que tinha forma semelhante à de Tritão e, ainda, o dom da profecia. Às vezes era também considerado filho de Posídon.

Representações e culto

Tritões são muitas vezes vistos ao lado da carruagem de Posídon, que caminha sobre as ondas.

Outras iluminuras

 
Tritão.
Museu Arqueológico de Esparta

Créditos das ilustrações

i0863Tritão e o jovem Teseu → Ver comentários.
i0188Tritão → Ver comentários.

Links externos

Imprenta

Artigo nº 0863
publicado em 03/07/2002.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Tritão. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0863. Consulta: 29/04/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 25/03/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017