logo

Poesia épica

Seção: literatura grega300 palavras
iiniLira miceniana decorada com esfinges

Epopeia ou poesia épica é o gênero literário dos poemas homéricos, a Ilíada e a Odisseia, as duas mais antigas obras da literatura grega que chegaram integralmente até nós. A literatura grega é a mais antiga da Europa e elas são, consequentemente, as mais antigas da literatura Ocidental.

Sua origem remonta, talvez, a antiquíssimos cantos e declamações em festivais religiosos e em outras festas populares; pela alta qualidade literária, no entanto, são a culminância de longa tradição de composições poéticas orais. Embora retratem em grande parte a sociedade micênica foram, provavelmente, compostos durante o século -VIII, no fim da Idade das Trevas. Mas também é possível que os poetas dessa época tenham compilado e desenvolvido histórias tradicionais que eram cantadas e declamadas muitos séculos antes deles.

Para os gregos — e também para nós — os mais importantes autores da poesia épica são Homero (c. -750) e Hesíodo (c. -700). Suas obras mais importantes chegaram completas aos nossos dias, dado o prestígio de ambos ao longo da Antiguidade. Podemos, naturalmente, verificar diretamente a qualidade de seus poemas, mas tanto os comentadores antigos quanto os modernos ressaltam sua superioridade sobre os demais.

Muitas obras de autoria desconhecida, e.g. os hinos homéricos e a Batracomiomaquia, foram atribuídas na Antiguidade a Homero e o mesmo se deu com Hesíodo, a quem foi atribuído o Catálogo das Mulheres. Algumas dessas obras chegaram até nós, na íntegra ou em fragmentos.

Dispomos também de trechos e resumos de outros poemas épicos, datados usualmente dos primeiros séculos do Período Arcaico, e.g. Cantos Cíprios, Saque de Ílion e Titanomaquia. De alguns deles sabemos pelo menos o nome do autor; de outros, nem isso.