logo

Os mitos gregos

Seção: mitologia grega220 palavras
O mito conta uma história sagrada; relata um acontecimento que teve lugar no tempo primordial, no tempo fabuloso das origens.
Mircea Eliade, 1963
Dioniso e os piratas

Ensinados desde cedo às crianças, os mitos gregos estavam profundamente enraizados em sua cultura e, particularmente, na literatura, na arte e na filosofia.

Os mitos gregos também influenciaram, de certa forma, a ciência moderna: personagens mitológicos nominaram diversas constelações, estrelas, planetas, satélites e outros corpos celestes, sem mencionar espécies de animais e plantas.

A palavra “mito” tem origem grega (μῦθος) e era utilizada na Antiguidade para qualquer tipo de relato real ou fictício[1]. Hoje em dia, porém, ela se refere apenas a narrativas maravilhosas e lendas (Grimal 1993).

Histórias sobre deuses e heróis gregos[2]. podem ser organizadas em três grupos principais:

  1. mitos propriamente ditos;
  2. contos ou sagas com elemento histórico;
  3. histórias de aventuras.

Nem todos os mitos gregos têm origem puramente grega: muitos são indo-europeus, i.e., pré-gregos, outros são originários de povos da Ásia, do Egito e de outras regiões com as quais os gregos tiveram contato. Aspectos de alguns mitos sugerem que eles podem ser, inclusive, ainda mais antigos do que as primitivas comunidades indo-europeias.

Estrutura geral da seção

Veja também o índice de personagens míticos