logo

A cerâmica arcaica

Seção: arte grega
-750 / -480
iiniAnimais reais e fantásticos

A decoração dos vasos arcaicos evoluiu de acordo com os seguintes estilos: o geométrico recente, os estilos orientalizantes, o de figuras negras e o de figuras vermelhas.

Atenas e Corinto foram os centros mais importantes do período e é possível identificar alguns ateliês e grupos de artistas mais relevantes.

O geométrico recente, característico das primeiras décadas do período, é um desenvolvimento dos estilos geométricos da Idade das Trevas. Representações de homens e animais começaram, no entanto, a ter papel cada vez mais importante na decoração, particularmente em Atenas e nas Cíclades; as figuras se tornaram progressivamente mais elaboradas e policrômicas.

No final do século -VIII, em meio à expansão dos territórios gregos para o leste e o oeste, começa o influxo de motivos decorativos inspirados na arte do Mediterrâneo Oriental, com animais fantásticos e altamente estilizados. As diferenças regionais se acentuam e diversos estilos orientalizantes se desenvolvem; o protocoríntio, o protoático e o da “cabra selvagem” estão entre os mais importantes.

Em Corinto, os pintores de vasos desenvolveram a técnica de “figuras negras” pouco antes de -700, logo adotada e aperfeiçoada pelos artistas atenienses. Nova e revolucionária técnica, a de “figuras vermelhas”, surgiu em Atenas por volta de -530, alguns anos depois de a técnica ateniense de figuras negras atingir o seu auge.

No final Período Arcaico, o estilo cerâmico de figuras vermelhas predominava em todos os territórios gregos.