logo

Baquílides / epinício 6

B. 6-452
grver
texto original

Este curto mas completo epinício é o mais recente dentre os que chegaram até nós (Morais, 2009, leves modificações):

Foi escrito para celebrar a vitória de Lácon, filho de Aristómenes, na corrida de rapazes da 82.ª Olimpíada, que teve lugar na Primavera-Verão de -452, 'junto à embocadura do Alfeu' (v. 3), como se pode comprovar por um fragmento com uma lista dos vencedores em Olímpia, entre -480 e -448.

A tradução foi publicada em 2009 por Carlos Morais, da Universidade do Aveiro, Portugal (op. cit.). A lista de vencedores por ele mencionada está em I.G. XII 5.608.

A Lácon, vencedor na corrida de rapazes em Olímpia
Lácon, do Zeus supremo, alcançou a suma glória, com os seus pés, junto à embocadura do Alfeu, feito igual a outros pelos quais, outrora, 5 Ceos[1], criadora de vinhas, foi cantada em Olímpia, como vencedora no pugilato e na corrida, por jovens exuberantes
de cabelos com grinaldas. 10 E a ti, agora, um hino de Urânia, soberana do canto, por vontade de Vitória — ó filho de Aristómenes, de pés velozes como o vento —, te honra com cantos, entoados diante de tua casa, 15 porque, com o teu triunfo na corrida, a Ceos deste fama.