Græcia Antiqua

O nascimento de Afrodite

457
exp
Afresco policrômico da Casa da Vênus na Concha, Pompeia.
Sæc. I
grupo
imagem
Benjamín Núñez González, 29/07/2016
licença
græcia antiqua
Iluminura 0457

A deusa Afrodite nua, saindo do mar em uma concha ou não, é um dos temas mais recorrentes entre os artistas da Antiguidade: a Vênus ou Afrodite anadyomene (gr. ἀναδυομένη), Afrodite ‘que emerge do mar’.

Em representações do final do Período Clássico em diante, a deusa muitas vezes é acompanhada de dois erotes (e.g. Ilum. 0912, infra).

O afresco foi descoberto em 1960 e é, supostamente, cópia romana inspirada em retrato de Campaspe, amante de Alexandre, o Grande, pintado no século -IV por Ápeles de Cós.

Há uma grande semelhança entre o afresco de Ápeles e a célebre pintura de Sandro Boticelli (Ilum. 0913, infra), que a criou sem conhecer o afresco pompeiano.

iluminuras relacionadas
 
0008
O nascimento de Afrodite
Roma, Museu Nacional Romano (Palácio Altemps)
 
0912
Nascimento de Afrodite
 
0913
O Nascimento de Vênus
a iluminura no portal
imprenta
Ilustração nº 0457, publicada em 10/08/2006. Última atualização: 28/02/2019.Licença dos comentários: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. O nascimento de Afrodite. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/img.asp?num=0457. Consulta: 25/05/2019.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 22/03/2019 ← novidades Contato Outras páginas do autor Créditos
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2019