logo
\ 200 palavras

A arte helenística

-323 / -30
 
Altar de Zeus em Pérgamo

A importância cultural de Atenas declinou no fim do século -IV e importantes centros artísticos surgiram em cidades como Pérgamo, Rodes, Antióquia e Alexandria.

Embora inspirados em modelos clássicos, os artistas helenísticos procuraram representar as emoções humanas e colocar traços cada vez mais realistas e menos idealizados em suas obras, chegando às vezes até a caricatura.

Essas novas tendências estão bem marcadas em estátuas, relevos e grupos escultórios colossais. O interesse pelo nu feminino e representações de personalidades vivas e mortas aumentou consideravelmente.

Na arquitetura, destacam-se monumentos cada vez elaborados e a importância dada a casas particulares e ao planejamento das cidades; na pintura, a representação de paisagens e o grande desenvolvimento do mosaico; nas artes menores, as moedas com efígies dos monarcas e as numerosas estatuetas de terracota. A cerâmica decorada, em franca decadência desde a metade do século -VI, praticamente desapareceu como forma de arte.

Finalmente, o interesse da aristocracia romana pela cultura grega em geral e pela arte em particular ativou, a partir do século -II, florescente mercado de cópias, especialmente de esculturas e de pinturas. Graças a isso conhecemos boa parte das obras gregas perdidas, ainda que através de um simples reflexo...

leia mais