168
0168X

Asclépio jovem

sæc. ii

Cópia romana de original grego de Alcamenes. Do Quirinal

AcervoCidade do Vaticano, Museus VaticanosImagemFrancesco Bini, 06/04/2010Fonte / ©Wikimedia CommonsLicençaCC BY-SA 3.0Iluminura0168

Comentários

Alcamenes (fl. -440/-400) era discípulo e se tornou, mais tarde, rival de Fídias (-490/-430). Trabalhou quase sempre com mármore e todas as obras de que temos notícia se referem a estátuas de deuses. Suas obras mais conhecidas são o Hermes do Portal, o grupo de Procne e Ítis e a Tríplice Hécate, dos quais temos alguns fragmentos e/ou cópias romanas.

Nesta imagem de Asclépio encontrada no Monte Quirinal, Roma, o deus foi representado como um homem jovem (sem barba) com o característico cajado dos viajantes nas mãos. A serpente, símbolo da medicina, está enroscada no cajado; junto a seus pés está o ônfalo, habitual atributo de Apolo.

Apolo, um dos doze deuses mais importantes do panteão grego e igualmente ligado à medicina, era o pai divino de Asclépio e era também habitualmente representado como um jovem imberbe. É provável, portanto, que o autor da escultura tenha procurado identificar Asclépio com seu pai, Apolo.

Veja outra imagem de Asclépio e uma imagem do ônfalo de Delfos em Imagines alterae.