O Dr. Melampo

Seção: ciência grega
iiniAs prétides

Melampo (gr. Μελάμπους), filho de Amitáon, um dos eólios, era adivinho e efetuou uma das mais famosas curas da Mitologia. Este fato, além do modo como adquiriu a condição de adivinho, deixa bem clara a existência de um antigo elo entre a adivinhação, o diagnóstico das doenças e a Medicina.

Consta que em sua juventude Melampo encontrou uma serpente morta e seus filhotes; condoído, sepultou a serpente e cuidou das serpentezinhas. Agradecidas, as pequenas serpentes lamberam-lhe as orelhas enquanto dormia, e daí em diante ele se tornou capaz de entender a linguagem dos pássaros e dos outros animais.

Melampo curou a impotência de Íficlos, filho do rei Fílaco, da Tessália, depois de descobrir o tratamento necessário pela conversa das aves. Curou também a loucura das prétides, filhas de Preto, rei de Tirinto, que haviam fugido da cidade, tomadas por um furor dionisíaco contínuo. Com a ajuda de rapazes que gritavam e dançavam, imitando as princesas, levou-as de volta e curou-as, através de rituais de purificação e magia.

Em outras versões, ele teria usado uma planta medicinal, o heléboro negro.