logo

Periandro de Corinto

Seção: história grega
Περίανδρος Periander
página esquemática / provisória
iiniPeriandro de Corinto (fl. -627/-584)

Periandro de Corinto (gr. Περίανδρος), o segundo dos tiranos de Corinto e um dos sete sábios da Grécia, floresceu entre -627 e -584, aproximadamente. Era filho do tirano Cípselo e assumiu a tirania em -627, após o falecimento do pai.

Tinha fama de sanguinário, pelo menos de acordo com relatos de Éforo (F 58-60), Heródoto (3.48-53) e Diógenes Laércio (1.7), mas Corinto prosperou durante seu governo e se tornou um dos maiores centros mercantis e culturais do mundo grego. Diz-se que os rendimentos da pólis eram tão grandes que os impostos foram abolidos. Enviou colônias a lugares distantes, como a Calcídica e a Ilíria, e anexou a ilha de Corfu (Córcira).

Uma espécie de rampa pavimentada (gr. Δίολκος), que permitia aos navios contornar o istmo de Corinto por terra, ao invés de circum-navegar o Peloponeso, deve ter sido construída durante sua tirania. A rampa reduzia a duração da viagem e os custos do empreendimento, além de aumentar consideravelmente as receitas de Corinto.

Consta que escreveu um poema didático e também sobre temas filosóficos, mas nada disso sobreviveu. As máximas que chegaram até nós foram, em sua maioria, atribuídas a ele por Diógenes Laércio.