logo
185
0185X

Clio, a musa da história

130/150

Mármore Carrara branco. Villa Adriana, Tivoli

AcervoMadri, Museu do PradoInventárioE000068FonteMuseo del PradoLicençaTerms of use - Aviso legalIluminura0185
Comentários

Figura feminina sentada, coroada, com uma corneta na mão direita e um volumen de pergaminho na mão esquerda, sem dúvida baseada em modelos helenísticos. A cabeça é provavelmente uma peça original, mas o corpo, braços e mãos foram restaurados (e completados) entre os séculos XVII e XIX. Os atributos posteriores à restaurações identificam-na como Clio, a musa da história, mas é possível que a escultura representava originalmente outra musa, Melpômene ou Erato.

f0218
Fig. 0218. Clio.

A escultura é parte de um grupo de oito musas conservadas no Museu do Prado. Descobertas em Tivoli por volta de 1500, foram adquiridas pela rainha Cristina da Suécia (1626-1689) no século XVII, foram adquiridas mais tarde por outros colecionadores e posteriormente chegaram ao Museu.

Representações de Clio usualmente mostram a musa com um rolo de pergaminho nas mãos; comparar a estátua com o desenho da Fig. 0218, provavelmente inspirado em imagens de relevos do Período Greco-Romano A musa também está sentada, veste um himation bastante drapeado, tem o seio esquerdo descoberto e um pergaminho nas mãos. O pergaminho traz seu nome em grego (ΚΛΕΙΩ) e a palavra ΙΣΤΟΡΙΑΝ, ‘história’ (ac. sg.).

No chão há uma capsa, caixa cilíndrica com tampa onde eram guardados os rolos de pergaminho com os antigos textos gregos e latinos.