logo
148
0148X

Entrada de tolo micênico

c. -1300

Corredor e porta do Túmulo de Clitemnestra, Micenas

ImagemIcedLake, 11/08/2006FonteWikimedia CommonsLicençaCC BY-SA 3.0Iluminura0148
Comentários

Este túmulo foi escavado por Schliemann[1] e sua esposa Sophie em 1874. Vê-se com clareza o corredor de entrada (dromos), que leva ao pórtico, e também a parte alta do outeiro que contém o túmulo.

Notas
[ utilize os recursos do navegador para VOLTAR ao texto ]
  1. O alemão Heinrich Schliemann (1822/1890) foi o primeiro a descobrir em Troia, Micenas, Tirinto, Ítaca e Orcômeno os vestígios da Grécia pré-histórica. Embora não fosse arqueólogo profissional, era dotado de pertinência e entusiasmo; sua intenção era comprovar, através das escavações arqueológicas, a veracidade das lendas descritas por Homero em seus poemas. A despeito dos sucessos, tinha a tendência de romantizar e identificar seus achados com personagens da Mitologia Grega. Batizou, por exemplo, de “tesouro de Príamo” um conjunto de joias encontrado em Troia II e de “máscara de Agamêmnon” uma máscara mortuária encontrada em Micenas. Quando escavou em Orcômeno, na Beócia, descobriu um tipo de cerâmica até então desconhecido e a atribuiu aos mínios, povo lendário ligado a essa cidade.
    Mais informações → Heinrich Schliemann
    Imagem: S. Kohn, 1883. Fonte: Gallica, domínio público.