910
0910X

Tragediógrafos gregos: Ésquilo, Sófocles e Eurípides

1866

Óleo sobre tela. Estudo para o quadro Apoteose de Homero

Jean Auguste Dominique Ingres

AcervoAngers, Museu de Belas ArtesFonte / ©World Art DatabaseLicençaCC BY-NC 2.5Iluminura0910

Comentários

Ingres se baseou, provavelmente, em bustos ficcionais dos três poetas trágicos, esculpidos muitos anos após suas mortes (v. Imagines alterae). Ésquilo é o mais próximo; Sófocles, o do meio; Eurípides o do fundo.

Ésquilo tem na mão um papiro com o nome, em grego, de sete das tragédias completas que escreveu e que chegaram até nossos dias: ΠΡΟΜΗΤΕΥΣ, ΕΠΤΑ ΕΠΙ ΘΗΒ(Η), ΠΕΡΣΑΙ, ΑΓΑΜΕΜΝΩΝ, ΧΟΗΦΟΡΟΥ, (ΕΥΜ)ΕΝΙΔΕΣ, (ΙΚΗ)ΤΙΔΕΣ (Prometeu Acorrentado, Sete Contra Tebas, Persas, Agamêmnon, Coéforas, Eumênides, Suplicantes).

Etapa cultural: Neoclassicismo.