A escola médica de Alexandria

Seção: ciência grega
página em construção
iiniErasístrato, Antíoco e Estratonice

Os médicos de Alexandria que viveram na época dos Ptolomeus, em meio à efervescência cultural associada à Biblioteca da Alexandria, notabilizaram-se mais pelas pesquisas médicas do que pela medicina prática.

Herófilo (gr. Ἡρόφιλος) é um dos pioneiros do método científico. Era nativo da Calcedônia e viveu entre -335 e -280, mas pesquisou e clinicou só em Alexandria, onde trabalhou juntamente com Erasístrato. Consta que foi o primeiro a estudar sistematicamente a anatomia humana por meio da dissecação científica de cadáveres, o que faz dele uma espécie de pai da anatomia.

Erasístrato (gr. Ἐρασίστρατος), médico e anatomista, viveu entre -304 e –250 e trabalhou juntamente com Herófilo em Alexandria, onde ambos conduziram uma série de pesquisas anatômicas em cadáveres, possivelmente pela primeira vez na história. Celso informa que eles realizaram vivissecções em criminosos, mas Galeno não confirmou essa controvertida tradição.

Erasístrato é mais conhecido pela anedota na qual descobriu que a causa da doença do príncipe selêucida Antíoco (c. -324/-261), o futuro rei Antíoco I Sóter, era o amor que ele sentia pela madrasta, Estratonice (-317/-254).