Policleto, o Velho

Seção: arte grega
Πολύκλειτος Polycleitus fl. -450 / -420
iiniDoríforo

Policleto, nativo de Argos, era considerado um dos mais importantes escultores da Antiguidade.

Floresceu entre -450 e -420 e seu filho Policleto, o Jovem, tornou-se conceituado arquiteto. Teve vários seguidores, particularmente entre o final do século -IV e início do século -III.

Trabalhou especialmente no Peloponeso e se especializou, aparentemente, em estátuas de bronze representando atletas nus, algumas das quais sobrevivem em cópias romanas de mármore. Consta, no entanto, que a estátua colossal de Hera que esculpiu para o heraion de Argos era comparável à estátua de Zeus que Fídias criou para o templo do deus em Olímpia.

Em sua obra mais famosa, o doríforo (gr. δορυφόρος, ‘portador de lança’, c. -440), concretizou suas teorias e regras sobre as proporções ideais do corpo humano masculino, descritas em seu livro, Canon (gr. Κανών), palavra que significa padrão, método, guia. Desse importante texto restam, apenas, dois ou três fragmentos.

A beleza da forma humana consistia, para ele, na rigorosa proporção entre as diversas partes do corpo (simetria).