Grécia oriental e Chipre

Seção: geografia grega
página esquemática / provisória
iiniGrécia oriental, Ásia Menor e Chipre vistas do céu

A Grécia Oriental, ocupada pelos gregos desde o final do II milênio a.C., compreendia algumas das grandes ilhas na costa da Ásia Menor, como Lesbos, Quios, Samos, Cós e Rodes, e uma estreita faixa no litoral ocidental da Ásia Menor, separada do planalto anatólico por montanhas inóspitas.

iDispersão dos dialetos gregos

O clima da região, eminentemente mediterrâneo, é bastante similar ao dos outros territórios gregos.

Os gregos, em tempos históricos, dividiam a região em três faixas mais ou menos horizontais, com base em critérios puramente culturais, e.g. a linguagem:

  • Eólia, ao norte;
  • Jônia, no centro;
  • Dórida, ao sul.

As ilhas do sul, das quais as maiores são Rodes e Cós, compõem o arquipélago intitulado Dodecaneso, lit. ‘as doze ilhas’ — na verdade são 15 ilhas grandes e cerca de 150 bem pequenas, a maioria desabitada.

Fig. 0165. Principais ilhas das Cíclades e do Dodecaneso.

Chipre, a grande ilha situada ao sul da Ásia Menor, no extremo oriental do Mediterrâneo, será abordada aqui por conveniência.