1424
1424X

Nêmese e Tique

c. -430

Ânfora ática em miniatura, figuras vermelhas / detalhe do painel inferior

Pintor de Heimarmene

AcervoMuseus Estatais de Berlim, Coleção de AntiguidadesInventário30036ImagemJohannes LaurentiusFonte / ©SMB-DigitalLicençaCC BY-NC-SA 3.0 DEIluminura1424

Comentários

A cena completa (Fig. 0266) representa o encontro entre Páris e Helena em Esparta, sob os auspícios de Afrodite. A cena do registro inferior, a mais importante, tem quatro grupos de figuras. A julgar pelas divindades presentes, Helena foi persuadida por Afrodite e ceder aos desejos amorosos de Páris, mas Nêmese prenuncia a devida retribuição, i.e., a Guerra de Troia.

f0266
Fig. 0266. Cena do registro inferior.

As duas figuras femininas, sem atributos específicos, compõem o primeiro grupo de imagens, na extrema esquerda. Nêmesis, em conversa com Tique (provavelmente), abraça a deusa com o braço esquerdo e aponta o grupo seguinte com a mão direita. Identificações: ΝΕΜΕΣΙΣ e [Τ]Υ[Χ]E.

O segundo grupo é constituído por, Peitó, a persuasão, Afrodite e Helena. Peitó está de pé, com uma píxide nas mãos; Helena, velada, está no colo de Afrodite. Identificações: ΠΕ[Ι]Θ]Ο] e ΑΦΡΟΔ[ΙΤΕ].

Terceiro grupo: Himeros, personificação do desejo, com asas, e Páris, coroado e nu, com espada e lança. Identificação: ΙΜΕ[ΡΟΣ].

Quarto grupo: duas figuras femininas, aparentemente fora da cena principal. Uma delas, Heimarmene, está diante de mulher não identificada, com uma pequena ave no punho direito. Identificação: ΕΙΜΑΡ[ΜΕΝΕ].

Heimarmene (gr. Εἱμαρμένη) é a personificação do destino inevitável do indivíduo, particularmente diante de causas e efeitos. Sua presença na cena assinala a inevitabilidade da ligação amorosa de Páris e Helena: instada por Himeros, Helena estava destinada a ser convencida por Peitó e por Afrodite.

No registro superior há dois erotes com asas.

[ Fontes: Perseus Digital Library e Beazley Archive ]