1407
1407X

Cabeça de Ônfale

c. -500

Cabeça feminina? de calcáreo. Lícia (Ásia Menor)

AcervoAtenas, Museu Arqueológico NacionalInventário1738ImagemGary Todd, 20/07/2016Fonte / ©Wikimedia CommonsLicençaDomínio públicoIluminura1407

Comentários

A cabeça, único vestígio da escultura original, tem traços delicados, aparentemente femininos e está recoberta com um pele de leão (focinho visível). Esses elementos, aliados ao local do achado, sugerem que se trata de representação da rainha Ônfale, da Lídia, a quem Héracles serviu como “escravo” durante algum tempo.

De acordo com mitógrafos do início do Período Helenístico, um dos jogos amorosos entre a rainha e seu poderoso escravo era a recíproca troca de vestes: Ônfale se recobria com a pele de leão e manejava as armas do herói, enquanto ele usava vestes femininas e fiava.

Esta pode ser uma das mais antigas representações do transvestismo de Ônfale e Héracles, cerca de três séculos mais antiga do que as demais (ver Ribeiro Jr. 2020, em publicação).