759d
0759dX

Cavaleiros

c. -540

Ânfora calcidiana de figuras negras. Reggio di Calabria / detalhe do painel superior, lado A

Pintor da Inscrição

 
0759
Diomedes, Odisseu e a morte de Reso / imagem principal
 
0759a
Odisseu / detalhe do painel central, lado A
 
0759b
Diomedes e Reso / detalhe do painel central, lado B
 
0759c
Os cavalos de Reso / detalhe do painel cemtral, perfil esquerdo
 
0759d
Cavaleiros / detalhe do painel superior, lado A
AcervoMalibu, Museu J. Paul Getty (Getty Villa)Inventário96.AE.1Fonte / ©Courtesy of the Getty's Open Content ProgramLicençaOpen Content - GettyIluminura0759d

Comentários

Durante a mesma incursão em que surpreenderam e mataram o espião Dólon, Diomedes e Odisseu encontraram o recém-chegado contingente trácio, chefiado por Reso, aliado aos troianos. Os gregos mataram o rei e vários soldados durante o sono, do lado de fora das muralhas de Troia (ver Ilíada, 10.470-514).

Odisseu, na Ilum. 0759a, degola um dos trácios. O herói grego é reconhecível pelo carcás com as flechas e pelo nome, escrito ao lado de sua figura.

Na Ilum. 0759b, Diomedes (observar o nome ΔΙΟΜΕΔΕΣ, em letras invertidas, ao lado de sua cabeça) mata Reso, deitado entre os companheiros adormecidos.

Na Ilum. 0759c vemos alguns dos famosos cavalos de Reso. Consta que um deles, o de pelo branco, tinha dentes de ouro, representados na imagem pela cor amarela.

No registro superior do vaso (Ilum. 0759d), há uma cena de cavalgada e a copa das árvores desenhadas no painel central, onde foram representadas as cenas principais.

Legenda original