Menandro / O misantropo

Seção: literatura grega
página esquemática / provisória
iiniA jovem Filo com uma flor

A comédia O Misantropo (gr. Δύσκολος), de Menandro, recebeu o primeiro prêmio nas Leneias de -316, e também sabemos o nome do ator principal: Aristodemo de Escarfe. É o único de seus dramas que conhecemos na íntegra, embora faltem ainda alguns poucos versos.

Argumento

faz um jovem (Sóstrato) se apaixonar pela filha (Mirrina) de idoso e irascível agricultor (Cnemon), que não suporta o convívio de outras pessoas. Apesar da ajuda de Górgias, meio-irmão de Mirrina, Sóstrato não consegue convencer o velho, até que ele cai em um poço e é socorrido por Górgias.

No fim, tudo dá certo: Sóstrato e a jovem se casam, Górgias se compromete com a irmã de Sóstrato e, ao banquete comemorativo oferecido por , até mesmo Cnemon comparece — levado à força.

Dramatis personae

[ em andamento... ]

Resumo

[ em andamento... ]

Manuscritos, edições, tradução

A única fonte da comédia praticamente completa, menos algumas poucas e curtas passagens, é o Papiro Bodmer 4 (sæc. III), conservado na Bibliotheca Bodmeriana, Cologny / Genebra (Suiça).

Editio princeps: Martin (1958). Algumas edições modernas: Jacques (1963), Handley (1965), Ireland (1992) e Arnott (2000).

Traduções para o português: Maria de Fátima Sousa e Silva (1989) e Helen de Negreiros Spinelli (2009).

Influência

A comédia O Misantropo, de Molière (1666), foi influenciada pelo pouco que se sabia da comédia de Menandro naquela época.

[ texto inacabado... ]