Ptah-Hotep / A ganância

Seção: literatura grega210 palavras

sbA.it nt imy-r niw.t Taty ptH-Htp Instruções de ... Ptah-Hotep -1580 / -1314
texto especial
Pequeno trecho das Instruções do Superintendente da Cidade, o Vizir Ptah-Hotep (sbA.it nt imy-r niw.t TAty ptH-Htp), um dos mais famosos textos sapienciais da literatura egípcia[1].
iiniVaso com o nome de Ptah-Hotep

A instrução apresentada a seguir foi traduzida do Papiro Prisse, da Bibliothèque Nationale de Paris, datado da XI Dinastia (c. -2081/-1938), e de dois papiros mais recentes (L1 e L2), conservados no British Museum de Londres.

O trecho corresponde ao P. Prisse col. 9, linha 13 até col. 10, linha 5 (ou linhas 235-48).

A tradução é de Miriam Lichtheim (1975, p. 61-80). A versão portuguesa é de José Nunes Carreira (1994, p. 107-8), menos as linhas em vermelho, que traduzi do inglês.

Instrução 19 (D298)

Se desejas um comportamento perfeito, livre de todo o mal, guarda-te contra o vício da ganância, uma doença maligna sem cura, não há tratamento para ela. Ela põe em desavença pais, mães e os irmãos da mãe; separa a esposa do marido. É um conjunto de todos os males, um feixe de todas as coisas detestáveis. Um homem perdura, se sua conduta é correta e anda em uma linha reta. Ele fará um testamento a partir disso, mas o avarento não tem túmulo.