599
0599X

Cavaleiro Rampin

-550

Cabeça de mármore com restos de pintura policrômica. Atenas, acrópole

 
0599
Cavaleiro Rampin / imagem principal
 
0599a
Cavaleiro Rampin
AcervoParis, Museu do LouvreImagemMarie-Lan Nguyen, 2006Fonte / ©Wikimedia CommonsLicençaCC BY-SA 2.5Iluminura0599

Comentários

Esta escultura, encontrada em 1877 na Acrópole de Atenas, era única em sua época. O audacioso autor, conhecido por “Mestre Rampin”, contrastou cuidadosamente a posição do torso do cavaleiro em relação ao corpo do cavalo, fez a cabeça levemente inclinada para o lado, sugerindo movimento, e decorou-a com inéditos detalhes no cabelo e na barba. O próprio sorriso arcaico, habitualmente rígido e estereotipado, parece estender-se harmoniosamente a todos os músculos do rosto.

Trata-se, provavelmente, de oferenda votiva para celebrar alguma vitória atlética, ou da representação de um dos Dióscuros, notórias divindades montadas. É o único exemplo conhecido de escultura equestre do Período Arcaico.

O Museu do Louvre possui somente a cabeça do cavaleiro, montada em torso de gesso; o corpo e partes do cavalo estão conservadas em Atenas, no Museu da Acrópole. Observe, na Ilum. 0599a, o efeito de uma reprodução da cabeça de Paris colocada sobre os demais fragmentos conservados no Museu da Acrópole.

Acredita-se que a Koré de Peplo (Ilum. 0089, iluminuras relacionadas) pode ter sido também criada pelo “Mestre Rampin”. Veja também, em iluminuras relacionadas, relevo que representa os Dióscuros a cavalo.