logo
1361
1361X

Apolo persegue os nióbidas

-570/-560

Cena de ânfora tirreniana de figuras negras

Pintor de Castellani

 
1361
Apolo persegue os nióbidas / imagem principal
 
1361a
Nióbida e Ártemis
 
1361b
Vista panorâmica
 
1361c
Héracles, Dejanira e Nesso
AcervoMuseu de Artes e Ofícios de HamburgoInventário1960.1FonteMuseum für Kunst und Gewerbe HamburgLicençaDomínio públicoIluminura1361
Comentários

O vaso tem vários frisos com ornamentos, animais selvagens e esfinges, e duas cenas narrativas (Ilum. 1361b); uma delas, na altura das alças, aparentemente representa a morte dos filhos de Níobe e a outra, do outro lado, o episódio de Héracles, Dejanira e Nesso.

A cena com o mito de Níobe tem seis figuras. À esquerda, um arqueiro (Apolo), vestido com um quíton curto e uma pele de animal, persegue outras quatro figuras, duas masculinas e duas femininas. À direita, logo depois das quatro figuras perseguidas, representadas em plena corrida e olhos voltados para Apolo, está Ártemis (Ilum. 1361a), com quíton normal e capacete. Sabe-se que se trata de figura feminina por causa da cor branca da pele, igual à das moças que correm.

A cena com Héracles vestido com a pele do leão, Dejanira e o centauro Nesso é mostrada na Ilum. 1361c. Há outros centauros e outras figuras humanas de difícil identificação.