logo
1357
1357X

Animais humanizados

-1250/-1150

Papiro “satírico” de Londres (BM EA 10016). 19ª ou 20ª Dinastia. Deir el-Medina (Tebas), Alto Egito / cenas

 
1357
cenas.
 
1357a
Folha 1
 
1357b
Folha 2
 
1357c
Folha 1, lado esquerdo
 
1357d
Folha 1, centro
 
1357e
Folha 1, lado direito
AcervoLondres, Museu BritânicoInventárioEA 10016,1-2FonteThe Trustees of the The British MuseumLicençaCC BY-NC-SA 4.0Iluminura1357
Comentários

Uma gazela, identificada como “unicórnio” em textos dos séculos XVIII e XIX sobre o Antigo Egito, joga o senet[1], com um leão. A imagem está localizada na folha 1 (Ilum. 1357a).

Essa é apenas uma das cenas ou vinhetas desenhadas nas duas folhas do papiro, todas elas mostrando animais em atitudes tipicamente “humanas”, mas sem o natural antagonismo entre as espécies. Em virtude da falta de textos relacionados e de histórias transmitidas de outras formas, não se sabe com exatidão o que as cenas representam.

Há cinco dessas cenas na Folha 1 (Ilum. 1357a, detalhes 1357c-e). Da esquerda para a direita:

1 raposa (?) e corvo ao lado de cesta de frutas (Ilum. 1357c, imagem danificada);
2 gazela e leão disputam pacificamente um jogo de tabuleiro (Ilum. 1357c);
3 dupla de chacais, com bastões e embornais, pastoreiam um grupo de cabras; o chacal da esquerda toca o aulo (Ilum. 1357d);
4 um gato direciona um grupo de patos com um cajado de pastor e carrega cuidadosamente um patinho (Ilum. 1357e);
5 leão mantém, de pé, relações sexuais com animal deitado, não identificado, mas com cascos (Ilum. 1357e) — uma gazela?

A Folha 2 (Ilum. 1357b), bem mais danificada, mostra um animal não identificado e uma foice (?); um cão e um gato transportando um cesto com grãos; um leão sentado diante de um enorme jarro; uma rata, sentada diante de uma mesa farta com uma flor nas mãos, refrescada por um cão e um gato com abanos; e um hipopótamo e outro animal diante de um vaso, possivelmente preparando cerveja.

Há outros papiros com esses temas no Museu do Cairo e no Museu Egípcio de Turim. Eis um antigo desenho de parte do papiro de Turim, bem mais elaborado do que o do British Museum, com representações de música e dança, gatos e ratos duelando, ratos cercando uma cidade ou fortaleza de gatos, e várias outras cenas:

0205
Fig. 0205. Parte do P. Turim 55001. 20ª Dinastia, c. -1186/-1069, Deir el-Medina. Turim, Museu Egípcio, nº. 2031 RCGE 46617.
0205a
Fig. 0205a

Uma das cenas mais curiosas, no registro inferior à direita (Fig. 0205a), mostra uma ave negra tentando subir a uma árvore com frutos, por meio de escada; e há um hipopótamo na árvore! A mim parece a representação de uma historinha, quiçá uma fábula.

Hipóteses sobre a finalidade dessas cenas variam desde a sátira ou paródia de festividades, acontecimentos contemporâneos e cenas do dia a dia da elite egípcia, até a representação de contos folclóricos e fábulas (e.g. Brunner-Traut, 1968).

Notas
[ utilize os recursos do navegador para VOLTAR ao texto ]
  1. Antigo e popular jogo de tabuleiro do Egito Antigo (transl. sn.t). Vestígios arqueológicos remontam à 1ª Dinastia (c. -3.100); imagens estão documentadas em várias pinturas, a partir da 3ª Dinastia (túmulo de Hesy, c. -2686/-2613). Não sabemos exatamente qual a natureza dos jogos e quais eram as regras.