logo
1244
1244X

Héracles e Busíris

c. -530

Desenho de hídria ceretana de figuras negras. Cervetri / Cena do painel principal

 
1244
Cena do painel principal.
 
1244a
Hídria original / Vista frontal
AcervoViena, Museu de História da ArteInventário3576ImagemKarl Reichhold (Furtwaengler & Reichhold, 1904, tafel 51)FonteUniversität Heidelberg / Digitale BibliothekLicençaCC BY-SA 3.0 DEIluminura1244
Comentários

Héracles, gigantesco e heroicamente nu, ataca com violência egípcios totalmente vestidos com elaboradas túnicas e mantos, em polvorosa e espalhados em torno do altar. Alguns estão mortos aos pés do herói e um deles, que ostenta o uraeus[1] (figura caída de bruços, a primeira a partir da esquerda), com certeza representa o próprio Busíris.

Acredita-se que a imagem dessa hídria conservada em Viena (ver original na Ilum. 1244a) foi inspirada em pinturas murais egípcias, tem caráter caricatural e até mesmo apelo cômico (Ribeiro Jr., 2018, p. 184).

Notas
[ utilize os recursos do navegador para VOLTAR ao texto ]
  1. Do egípcio jˁr.t (= iaret), lat. uraeus e gr. οὐραῖος, ‘cobra erguida’. Representação estilizada de serpente que simbolizava, na Antiguidade, a realeza egípcia e a autoridade de origem divina. Os faraós usualmente ostentavam o uraeus em coroas, capacetes e máscaras fúnebres.