Græcia Antiqua
i1083
Manuscrito Venetus A da Ilíada de Homero
Sæc. X
 
1083a
Vista panorâmica do Folio 12 recto.
Folio 12 recto do Codex Venetus A (Marciana 454 = 882).

As linhas em tamanho maior, mais escuras, correspondem aos primeiros versos da Ilíada (1.1-25); o texto mais claro corresponde aos escólios[1]. A transcrição dos primeiros 7 versos, editados por Allen (1931), pode ser vista nesta epígrafe.

O Venetus A é considerado, por muitos eruditos, o melhor manuscrito da Ilíada e nele se baseiam, primariamente, praticamente todas as edições modernas do poema. Datado do século X, foi copiado em Bizâncio com letras minúsculas e aos versos foram acrescentados, por uma só mão, notas, glosas e comentários. Muitos desses escólios, conhecidos entre os especialistas por “escólios A” (A Scholia), remontam à edição alexandrina de Aristarco de Samos (c. -220/-143).

Além da Ilíada, o manuscrito contém ainda um sumário dos poemas do Ciclo Épico, a Crestomatia de Proclo[2]. Infelizmente, a parte que trata dos Cantos Cíprios se perdeu.

No século XV ele pertencia ao Cardeal Basilius Bessarion (1403/1472), que doou sua biblioteca pessoal à cidade de Veneza. Desde então ele está conservado na Biblioteca de São Marcos, em Veneza, onde ficou praticamente esquecido até 1788, quando foi redescoberto, estudado e publicado pelo erudito Jean Baptiste Gaspard d'Ansse de Villoison (1750/1805). Essa edição despertou o interesse em Homero e na poesia épica grega e estimulou a publicação, em 1795, da obra Prolegomena ad Homerum de Friedrich August Wolf (1759/1824), marco dos estudos modernos sobre os antigos textos gregos.

Veja, em iluminuras relacionadas, informações sobre a única ilustração do manuscrito.

notas
  1. Escólios (gr. sg. σχόλιον) são breves anotações nas margens de manuscritos gregos e latinos que comentam / esclarecem certas passagens do texto. Seus autores, habitualmente desconhecidos, são chamados de escoliastas. É possível que os primeiros escoliastas tenham sido Aristóteles e seus discípulos, mas a atividade parece ter se desenvolvido sistematicamente só mais tarde, com as atividades filológicas e literárias dos eruditos ligados à Biblioteca de Alexandria (Aristófanes de Bizâncio, Aristarco, Calístrato e outros). Essas antigas “notas de rodapé” são sempre referidas em relação ao autor e ao texto que comentam. A abreviatura padronizada Σ Ar. Ra. 67, por exemplo, significa ‘escólio / escoliasta de As Rãs de Aristófanes, verso 67’.
  2. É possível que esse Proclo seja o filósofo neoplatônico Proclus Lycaeus, que viveu entre 412 e 485 em Constantinopla e Atenas. Ainda se discute, no entanto, essa questão.
links externos
a iluminura no portal
iluminuras relacionadas
 
O universo de Homero.

Imprenta

Ilustração nº 1083
publicada em 20/02/2014.
Licença dos comentários: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Manuscrito Venetus A da Ilíada de Homero. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/img.asp?num=1083. Consulta: 23/10/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 30/04/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017