Græcia Antiqua
i0788
Artefatos neolíticos de Olinto
-4000 / -3000
Instrumentos de pedra polida e cerâmica. Olinto, Calcídica.
acervo
Museu Arqueológico de Tessalônica
imagem
Michael Greenhalgh
licença

O sítio neolítico de Olinto foi escavado por Mylonas em 1928. A publicação dos resultados seguiu-se, em 1929, e constituiu a primeira publicação completa de excavação em sítio macedônico.

A excavação revelou casas com fundações de pedra e paredes de tijolos de barro que datam da última fase do Período Neolítico. O plano era quadrado, com chão de terra batida e telhado de vime e barro; cada casa tinha dois cômodos.

Objetos usados no dia-a-dia como cerâmica, pesos para teares[1], estatuetas, etc. foram encontrados durante a escavação dessas casas”.

[Informação do Museu]

Etapa cultural: Neolítico final.

notas
  1. O tear vertical, extensivamente utilizado na Europa durante a Antiguidade, a Idade Média e até recentemente em alguns países do extremo norte da Europa, foi provavelmente inventado durante o Neolítico. As evidências europeias mais antigas datam de -6000/-4000, aproximadamente, e foram encontradas na área da cultura de Starčevo, que compreende o extremo sudeste da Europa, um pouco ao norte da península balcânica e da antiga Macedônia. Os fios são presos inicialmente em uma trave horizontal, mantidos em tensão com a ajuda de pesos e urdidos de cima para baixo com a ajuda de um bastão, o fuso.
    Imagem: reconstrução de tear neolítico no Museu de Pré-história de Milão. Giovanni Dall'Orto, 14/02/2009, CC BY 1.0
    Outras imagens: teares gregos → do século -VIdo século -V

Imprenta

Ilustração nº 0788
publicada em 13/09/2004.
Licença dos comentários: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Artefatos neolíticos de Olinto. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/img.asp?num=0788. Consulta: 14/12/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 10/11/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017