Græcia Antiqua

Cariátide do erecteion

X
784
exp
Vista frontal
Colunas esculpidas do pórtico sul do erecteion. Mármore pentélico. Atenas, acrópole.
-421/-406
 
0784
Vista frontal.
 
0784a
Vista lateral direita.
 
0784b
Vista postero-lateral esquerda.
 
0784c
Vista posterior.
 
0784d
Vista posterior, detalhe da cabeça.
 
0784e
Duas cariátides. Vista frontal direita.
grupo
acervo
inventário
1816,0610.128
licença
græcia antiqua
Iluminura 0784

As ‘cariátides’ (gr. καρυάτιδες) são elementos arquitetônicos decorativos e também estruturais. Externamente, são esculturas femininas; internamente, colunas de sustentação com base e capitel. As seis cariátides que sustentavam a arquitrave do pórtico sul do erecteion de Atenas (Ilum. 0785, infra) são as mais conhecidas e decantadas.

Ilum. 0785d. Atenas, pórtico das cariátides.

As cariátides hoje vistas in situ são meras réplicas (Ilum. 0785d). Das originais, uma está em Londres, no Museu Britânico (supra), e as outras em Atenas, no Novo Museu da Acrópole (Ilum. 0784e).

Elas são bem proporcionadas e têm mais de 2 metros de altura, traços jovens cuidadosamente esculpidos, cabelo bem trançado e vestes drapeadas (Ilum. 0784b-d). No exemplar de Londres, o peso da coluna recai na perna direita, cuidadosamente disfarçada pela túnica, e a esquerda está “casualmente” avançada em contraposto (Ilum. 0784a). Em duas das cariátides de Atenas, é a perna direita que está em contraposto.

Provavelmente as figuras tinham vasos cerimoniais em uma das mãos, como os utilizados para libações (Ilum. 0564, infra).

iluminuras relacionadas
imprenta
Ilustração nº 0784, publicada em 10/09/2004. Última atualização: 08/03/2019.Licença dos comentários: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Cariátide do erecteion. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/img.asp?num=0784. Consulta: 22/07/2019.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 20/07/2019 ← novidades Contato Outras páginas do autor Créditos
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2019