logo
759
0759X

Diomedes, Odisseu e a morte de Reso

c. -540

Ânfora calcidiana de figuras negras do Pintor da Inscrição. Reggio di Calabria

 
0759
Diomedes, Odisseu e a morte de Reso / imagem principal
 
0759a
Outra cena: Odisseu mata um trácio
 
0759b
Outra cena: os cavalos de Reso
AcervoMalibu, Museu J. Paul Getty (Getty Villa)FonteCourtesy of the Getty's Open Content ProgramLicençaOpen Content - GettyIluminura0759
Comentários

Durante a mesma incursão em que surpreenderam e mataram o espião Dólon, Diomedes e Odisseu surpreenderam o recém-chegado contingente trácio, chefiado por Reso, aliado aos troianos, e mataram o rei e vários soldados durante o sono, do lado de fora das muralhas de Troia (ver Ilíada, 10.470-514).

Na figura supra, Diomedes (note-se o nome ΔΙΟΜΕΔΕΣ, em letras invertidas, ao lado de sua cabeça) mata o rei trácio, entre os companheiros adormecidos. Na Fig. 0759a, Odisseu, reconhecível pelo carcás com as flechas e pelo nome, escrito ao lado de sua figura, degola um dos trácios; na Fig. 0759b, vemos os cavalos de Reso. Consta que um deles, o de pelo branco, tinha dentes de ouro.

No registro superior do vaso (Fig. 0759a e 0759b), há uma cena de cavalgada e desenhos estilizados.