Græcia Antiqua
i0441
Orestes, Apolo e as Erínias
-380 / -370
Detalhe de cratera de figuras vermelhas da Apúlia, atribuída ao Pintor das Eumênides.
acervo
imagem
“Bibi Saint-Pol”, 21/07/2007
licença

No centro, Apolo purifica Orestes, recostado no ônfalo de Delfos, com o sangue de um porco. À esquerda, a sombra de Clitemnesta procura acordar duas adormecidas Erínias. O estilo das figuras humanas pintadas (rosto arredondado, traço descuidado e atitude afetada) é característico das décadas finais do Período Clássico.

O deus Apolo não apresenta seus atributos habituais e nem se vê as asas das Erínias. A purificação do homicídio através do sangue do porco e os demais detalhes da cena se baseiam na versão da lenda de Orestes apresentada por Ésquilo em -458, na tragédia Eumênides.

Veja outra cena de vaso com o mesmo tema em links externos e versão neoclássica das Erínias e de Orestes em iluminuras relacionadas.

links externos
  • Orestes em Delfos (P. das Coéforas ?, -350/-340), vaso de figuras vermelhas. Harvard University Art Museums
iluminuras relacionadas
 
As erínias perseguem Orestes.

Imprenta

Ilustração nº 0441
publicada em 19/01/2001. atualização: 14/02/2014.
Licença dos comentários: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Orestes, Apolo e as Erínias. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/img.asp?num=0441. Consulta: 17/11/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 10/11/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017