logo
430
0430X

Medeia e as filhas de Pélias

sæc. ii

Relevo. Cópia romana de mármore pentélico

 
0430
Medeia e as filhas de Pélias / Imagem principal
 
0430a
Cópia ática de mármore em baixo relevo. Sæc. -I, Terracina
AcervoMuseus Estatais de Berlim, Coleção de AntiguidadesImagemMarcus Cyron, 28/06/2010FonteWikimedia CommonsLicençaCC BY-SA 3.0Iluminura0430
Comentários

Medeia, à direita, segura uma caixa e observa enquanto as filhas de Pélias preparam o caldeirão para o feitiço. Esta cena relaciona-se com um dos episódios de sua lenda, no qual Medeia convenceu as filhas do rei de Iolcos de que era capaz de rejuvenescer o pai.

A partir do Período Clássico, Medeia se tornou o protótipo da feiticeira. Aqui, ela usa uma tiara oriental e uma espécie de sobretudo de origem persa, evidenciando sua origem bárbara. Note-se também a presença do caldeirão, que se tornou posteriormente um dos atributos mais emblemáticos da feitiçaria.

Há outras cópias mais antigas, como a da Fig. 0430a, menos bem conservadas. Observar que na mão da pelíade da extrema direita se vê uma espada, enquanto na figura acima a jovem segura um ramo.

A obra grega original, que decorava talvez o Altar dos Doze Deuses de Atenas, data provavelmente de -420/-410.