Græcia Antiqua
i0382
Templo de Asclépio em Pérgamo
Sæc. II
 
0382a
Detalhe de capitel coríntio.
 
0382b
Colunata com capitéis dóricos (pórtico sul).
 
0382c
Criptopórtico.
 
0382d
Templo de Telésforo.
Asclepieion de Pérgamo, Turquia. Vestígios da colunata principal do pórtico norte.
imagem
AJ Alfieri-Crispin, 30/10/2006
fonte
licença

Asclepieion era o nome dado aos templos dedicados a Asclépio, deus da medicina. Na Antiguidade, foram erigidos santuários para o deus em muitos lugares, especialmente no final do Período Helenístico e no Período Greco-romano. O asclepieion de Pérgamo, um dos mais notáveis, deve ter sido visitado em algum momento pelo médico Galeno, que viveu em Pérgamo durante alguns anos.

Como em muitas outras edificações desse período, havia grande mistura de estilos arquitetônicos; os estilos dórico, iônico e coríntio estão presentes. A imagem principal mostra o que restou da colunata de estilo iônico (pórtico norte); a Fig. 0382a, um capitel coríntio; e a Fig. 0382b, parte da colunata dórica do pórtico sul.

Havia um caminho subterrâneo, o criptopórtico (Fig. 0382c), que conduzia os fiéis ao local dos banhos rituais que precediam o sono terapêutico (enkoimesis ou incubatio). Esse local, de estrutura circular (Fig. 0382d) é denominado templo de Telésforo, mas não se sabe o nome dado a ele na Antiguidade.

Assim como Hígia, Telésforo era filho de Asclépio e representava a recuperação das doenças.

créditos adicionais
i0382aBernard Gagnon, 02/06/2014. Fonte: Wikimedia Commons/ CC BY-SA 3.0.
i0382dBernard Gagnon, 02/06/2014. Fonte: Wikimedia Commons/ CC BY-SA 3.0.
a iluminura no portal

Imprenta

Ilustração nº 0382
publicada em 07/08/2016. atualização: 07/08/2016.
Licença dos comentários: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Templo de Asclépio em Pérgamo. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/img.asp?num=0382. Consulta: 19/10/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 30/04/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017