Græcia Antiqua

Medusa, Pégaso e Crisaor

X
217c
exp
Relevo de calcário do frontão oeste do templo de Ártemis. Corfu.
-580
• 0217c / Detalhe: pantera e parte de Pégaso.
 
0217
Imagem principal.
 
0217a
Aspecto do frontão com fragmentos disponíveis.
 
0217b
Detalhe: Crisaor.
 
0217c
Detalhe: pantera e parte de Pégaso.
grupo
acervo
Museu Arqueológico de Corfu
imagem
Dr. K., 29/08/2007
licença
græcia antiqua
Iluminura 0217c

Medusa (ou simplesmente "a górgona"), monstro decapitado por Perseu, é um dos mais antigos temas da decoração dos vasos gregos. Segundo convenções da época, a postura das pernas indica que ela está correndo com rapidez. Trata-se, aqui, de "licença poética" do artista, pois foram as irmãs de Medusa, após sua morte, que perseguiram Perseu e são habitualmente representadas nessa "postura de corrida".

Sabemos que se trata de Medusa por causa de outras imagens conhecidas em que ela é representada dessa maneira, junto aos filhos. Aqui, Pégaso estava sob a mão direita (boa parte da figura se perdeu) e Crisaor, sob a mão esquerda (resta uma parte um pouco maior). Ambos nasceram após a morte da Górgona, mas no relevo de Corfu estão ao lado da mãe, ainda viva.

A cabeça de Medusa, com os cabelos em forma de serpente e a língua de fora, compõe uma imagem conhecida por gorgoneion, muito utilizada pelos artistas gregos nos mais diversos materiais.

A Fig. 0217a supra mostra uma reconstituição do frontão oeste e as iluminuras de iluminuras relacionadas, gorgoneions e outras representações das górgonas.

 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 12/09/2019 ← novidades Contato Outras páginas do autor Créditos
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2019