logo
048
0048X

Ártemis, Apolo e os nióbidas

-460 /-450

Cálice-cratera ática de figuras vermelhas do Pintor dos Nióbidas. Orvieto / Cena B

 
0048
Cena B.
 
0048a
Ártemis / Cena B
 
0048b
Apolo / Cena B
 
0048c
Apolo e nióbidas / Cena B
 
0048d
Atena, Héracles e argonautas (?)
Parte central / Cena A
 
0048e
Lanceiro
Lado esquerdo / Cena A
 
0048f
Guerreiro e cavalo
Lado direito / Cena A
AcervoParis, Museu do LouvreInventárioG 341ImagemHervé LewandowskiFonteImages D'ArtLicençaTerms of use - Images d'ArtIluminura0048
Comentários

A cena B representa o massacre dos nióbidas. Ártemis e Apolo disparam suas flechas contra os filhos de Níobe e, em volta dos dois deuses, nióbidas dos dois sexos caem sob a chuva de flechas.

Ártemis (Ilum. 0048a) e seu irmão gêmeo, Apolo (Ilum. 0048b) são quase sempre reconhecidos em cenas dos vasos pela presença de arco e flecha. À esquerda de Ártemis, um nióbida foge, já com uma flecha cravada nas costas. Dois outros estão caídos, embaixo, e mais um à direita de Apolo, logo após uma árvore estilizada (Ilum. 0048d-e).

A cena A (Fig. 0214, infra) mostra diversos guerreiros parados, aguardando alguma coisa, enquanto Héracles e Atena observam. Não há delimitação entre as duas cenas, como se vê nas Ilum. 0048e-f: depois dos nióbidas vêm os guerreiros e depois dos guerreiros, os nióbidas.

Fig. 0214. Desenho da cena A.

Héracles (Ilum. 0048d), coroado, tem nas mãos a clava e o arco e traz, sobre o braço esquerdo, a indefectível pele do leão de Nemeia. À sua direita estão Atena, com capacete, égide e lança, e guerreiros com lanças e escudos, de pé (Ilum. 0048e). Um guerreiro logo abaixo dele está sentado, e outro está deitado. À esquerda de Héracles há outros guerreiros de pé, um deles cuidado de um cavalo (Ilum. 0048f).

Diversas hipóteses tentam elucidar essa última cena (Padel-Imbaud 2016). Uma delas imagina os argonautas aguardando ventos favoráveis em Iolco; outra, Héracles no Hades tentando libertar Teseu e Pirítoo; e uma terceira sugere que a cena mostra os guerreiros gregos antes da batalha de Maratona, sob a proteção de uma estátua do herói.