logo

Os mistérios

 
Tríade eleusina: Deméter, Perséfone e Triptólemo
página esquemática / provisória

Os antigos mistérios eram um conjunto de ideologias religiosas do mundo greco-romano que requeriam um ritual de iniciação secreto para o acesso ao culto.

Havia, eventualmente, vários níveis de acesso, com a particularidade de a natureza dos rituais e os ensinamentos / doutrinas serem restritos aos iniciados, que juravam manter segredo. Em grego, os ‘iniciados’ — indivíduos já admitidos nos mistérios — eram denominados μύσται, e é essa a origem da palavra portuguesa “mistério” e seu significado genérico em tempos modernos.

Nesses cultos os fiéis recebiam, em geral, ensinamentos relacionados com a vida após a morte.

Entre os gregos, eram muito difundidos os cultos de mistérios associados a Dioniso e a Orfeu, e ainda os mistérios de Elêusis, associados a Deméter e a Perséfone.

Culto de Dioniso...

O orfismo (gr. Ὀρφικά) era um culto de mistérios[1] tradicionalmente associado ao poeta trácio Orfeu, considerado pelos seus adeptos ainda mais antigo do que Homero. A literatura órfica, que remonta ao século -VI, difundiu-se amplamente durante o Período Helenístico.

Mistérios de Elêusis

 

leia mais