Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

Ps.-Hesíodo / Fr. 19-20

TRADUÇÃO

Ao traduzir o fragmento, procurei cotejá-lo com outros poemas épicos, dando especial ênfase à semelhança do vocabulário e das estruturas formulares com versos da Ilíada, da Odisseia, da Teogonia e de outros poemas conhecidos.

A tradução anotada, mais alguns comentários, está disponível na referência (Ribeiro Jr., 2004). Notar que o poeta do Catálogo chama Ifigênia de ‘Ifimede’ — na tradução publicada em 2004, utilizei a forma Ifimedeia, que atualmente considero menos fiel ao texto grego original. A tradução do Fr. 20b é inédita.

Fr. 19
fez[ por fi.[ ou, assim como as jovens três, assim como deusas, hábeis em belíssimos trabalhos 5 Leda, Alteia e Hipermestra, de olhos de novilha, Etól[ a qual, no leito vigoroso de Tíndaro tendo subido, Leda de belos cachos, semelhante à luz da lua, deu à luz Timandra, Clitemnestra de olhos de novilha 10 e Filonoé, cuja aparência rivaliza com a das imortais. a atiradora de flechas, e deixou-a imortal e sem envelhecer, para sempre. Casou-se, por causa da beleza, o senhor de guerreiros Agamêmnon com a filha de Tíndaro, Clitemnestra de olhos sombrios, 15 que deu à luz, no palácio, Ifimede de belos tornozelos e Electra, cuja aparência rivaliza com a das imortais. A Ifimede sacrificaram os Aqueus de boas grevas sobre o altar da clamorosa Ártemis da flecha de ouro no dia em que, com as naus, navegaram para Troia 20 a fim de infligir castigo por causa da Argiva de belos tornozelos, uma imagem: a Ifimede a caçadora de cervos, atiradora de flechas, muito facilmente salvou, e agradável ambrosia derramou da cabeça aos pés, para lhe tornar duradoura a pele, e deixou-a imortal e sem envelhecer para sempre. 25 Atualmente, sobre a terra, as raças de homens a chamam de Ártemis protetora de caminhos, servidora da gloriosa atiradora de flechas. E por último, no palácio, Clitemnestra de olhos sombrios deu à luz, submetida a Agamêmnon, ao divino Orestes, que, em plena juventude, vingou a morte do pai 30 e matou a mãe arrogante com o impiedoso bronze. Êquemos fez da vigorosa Timandra sua esposa e sobre toda Tegeia e a Arcádia, rico de muitos carneiros reinou, querido dos deuses bem-aventurados; ela a Laôdoco de grande coração, pastor de multidões, 35 deu à luz, submetida a Êquemos através da dourada Afrodite [ reinou sobre ]e..  [.] [ [ ]n[..].[.]co[ [ ].[. Olímpi[ [ o vitorioso Polideuces 40 [ ]n[.
Fr. 20a
E eu sei que Hesíodo colocou no Catálogo das Mulheres que Ifigênia não morreu mas, por desígnio de Ártemis, tornou-se Hécate.
Fr. 20b
Estesícoro, na Oresteia, seguindo Hesíodo, diz que Ifigênia, filha de Agamêmnon, é aquela agora conhecida por Hécate.
TEXTO GREGO
a

Referências

Wilson A. Ribeiro Jr., Hesíodo Fr. 23a M-W: tradução e comentários. Calíope 12, 2004, p. 84-91. [disponível on-line]

Imprenta

Artigo nº 1064
publicado em 17/02/2016.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Ps.-Hesíodo / Fr. 19-20. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=1064. Consulta: 30/05/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 30/04/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017