Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

A medicina greco-romana

... faltam algumas partes!
EM CONSTRUÇÃO...
c
 
Médico examinando criança

A despeito da persistência do dogmatismo, do metodismo e do empiricismo, surgiram o pneumatismo e o ecleticismo. Mesmo assim o prestígio dos textos médicos da coleção hipocrática se manteve relativamente inabalável até a época de Galeno de Pérgamo (129/200), que clinicou em Pérgamo e em Roma. Galeno analisou criticamente diversos tratados hipocráticos, fez numerosas descobertas em Anatomia e Fisiologia e aperfeiçoou o método de exame dos doentes.

Também se destacaram Asclepíades de Bitínia (c. -129/-40), Temison de Laodiceia (fl. séc -I), Dioscorides (sæc. I), Rufo de Éfeso (fl. final do sæc. I), Arquígenes (c. 100), Areteu da Capadócia (sæc. I), Sorano de Éfeso (c. 98/138) e, já no declínio do Império Romano, Oribásio (325/403).

Dioscorides escreveu um extenso catálogo de plantas medicinais, Materia Medica, que se tornou especialmente famoso durante a Idade Média. Sorano de Éfeso escreveu sobre Ginecologia, Pediatria e doenças mentais. Os mais prestigiosos tratados médicos desse período foram, porém, os numerosos textos de Galeno, escritos em grego; durante a Idade Média, chegaram a ter mais prestígio e autoridade do que a coleção hipocrática.

[ em andamento... ]

Créditos das ilustrações

i1140Médico examinando criança → Ver comentários.

Links externos

Imprenta

Artigo nº 0941
iniciado em 09/08/1998.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. A medicina greco-romana. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0941. Consulta: 27/05/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 30/04/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017