logo

Hino homérico a Hermes

Εἰς Ἑρμῆν hymnus ad Mercurium h.Merc. (= h.Hom. 4) Sæc. -V
 
Apolo acusa Hermes diante de Maia e Zeus
página esquemática / provisória

O hino a Hermes (gr. Εἰς Ἑρμῆν) relata as travessuras de Hermes contra seu irmão mais velho, Apolo, pouco depois do nascimento. O caráter da composição é muito pouco solene; a bem da verdade, é quase cômico.

Extensão: 580 versos (o mais longo da coleção).

Data: século -V.

Coletâneas do Portal

Passagens selecionadas, com tradução:

Editio princeps: Florença, 1488.

Traduções para o português: Maria Celeste C. Dezotti (1992), apresentada em forma de conferência durante a VII Semana de Estudos Clássicos de Araraquara; Gramacho (2003), Massi (2006), Ordep Serra (2007).

A tradução de Maria Celeste C. Dezotti, completamente revista e melhorada pela autora, foi publicada na edição brasileira dos Hinos (Ribeiro Jr., 2010).

[ texto inacabado... ]