logo

Andócides

Ἀνδοκίδης Andocides Orator And.
 
Um “hermes”
página em construção

Andócides (gr. Ἀνδοκίδης) nasceu cerca de -440 em uma antiga família ateniense. Esteve em evidência a partir de -415, quando se envolveu no famoso escândalo da Mutilação dos Hermes, ocorrido pouco antes da fracassada expedição ateniense à Sicília. Preso, forneceu informações sobre os demais implicados e acabou sendo libertado, mas teve de deixar Atenas.

Em -411 e -408, tentou retornar à cidade, mas só pôde fazê-lo em -403, graças à anistia geral. Em -399 foi acusado de impiedade, mas conseguiu ser absolvido graças ao discurso que proferiu em sua defesa. Continuou em Atenas pelo menos até -391, quando discursou a favor do tratado de paz que estava sendo negociado com Esparta. Nada se sabe dele depois dessa data.

Andócides era um mercador bem sucedido e não um orador profissional; seu estilo é simples, sóbrio, vivaz e desprovido dos recursos retóricos habituais. Os textos que nos deixou são os mais antigos exemplos de oratória política da Literatura Grega.

Obras

Os discursos que chegaram até nós foram pronunciados por ele mesmo em seu próprio interesse e defesa: Sobre o Retorno (-408), Sobre os Mistérios (-399) e Sobre a Paz (-391). O Contra Alcibíades, que seria anterior a -415, é quase certamente apócrifo.

Manuscritos, edições, traduções

 

leia mais