Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

A tabuinha Kn Gg 702

A tabuinha KN Gg 702, procedente de Cnossos e datada de -1400 ou pouco depois, é uma tabuinha-folha pequena, não danificada, com apenas duas linhas contendo caracteres silábicos e um ideograma.

A inscrição da KN Gg 702 (Fig. 0022) está no antigo dialeto micênico e a escrita é a linear B.

A inscrição

Fig. 0022
a linear B
  𐀞 𐀯 𐀳 𐀃 𐀂 𐀕 𐀪 𐃨 𐄇
𐀅 𐁆 𐀪 𐀵 𐀍   𐀡 𐀴 𐀛 𐀊   𐀕 𐀪 𐃨 𐄇
transcrição
  pa-si te-o-i   me-ri   *209VAS 1
da-pu2-ri-to-jo   po-ti-ni-ja   'me-ri'   *209VAS 1
na escrita alfabética   πᾶσι θεοῖ'ι (-οῖσι) μέλι   ἀμφορεύς  αʹ
λαβυρίνθοιο πότνιϳα μέλι   ἀμφορεύς  αʹ
tradução
  para todos os deuses, uma ânfora de mel
para a Senhora do Labirinto (?), uma ânfora de mel

Comentários

A série G relaciona-se com mercadorias (mel, vinho, temperos) e oferendas, e a tabuinha KN Gg 702 menciona especificamente uma divindade não conhecida dos textos gregos do Período Arcaico. A julgar pelas oferendas, ela tinha grande importância em Creta.

A expressão ‘para todos os deuses’, no dativo plural, é conhecida dos poemas homéricos (v.g. Il 6.140); a palavra grega para ‘labirinto’, λαβυρίνθος, que aparece em formato bastante antigo, *δαβυρινθοοϳο, está no genitivo singular homérico (v.g. Il. 1.19 e 1.28), e no presente texto funciona como um adjunto adnominal determinativo. As demais palavras estão no dativo singular, que marca a atribuição.

A palavra πότνιϳα (gr. clássico πότνια), em geral traduzida por ‘senhora’, é utilizada habitualmente em relação a divindades; na Ilíada, por exemplo, ela se refere a Ártemis (Il. 21.470).

A ‘Senhora do Labirinto’, não mencionada pelos textos gregos conhecidos, tem sido associada, sem justificativa adequada, a diversas divindades femininas e até mesmo a Ariadne, que ajudou o herói ateniense Teseu a escapar do Labirinto depois de matar o Minotauro e, mais tarde, se tornou a consorte do deus Dioniso.

Na realidade, até o momento essa ‘Senhora do Labirinto’ não pode ser associada, com segurança, a qualquer entidade feminina mítica dos Períodos Arcaico e Clássico.

Referências

J. Chadwick, L. Godart, J.T. Killen et al. Corpus of Mycenaean Inscriptions from Knossos, v. 1 (1-1063). Cambridge and Roma, Cambridge University Press and dell´Ateneo, 1986, p. 267. _________, The decipherment of Linear B, Cambridge, Cambridge University Press, 21967, p. 159-60.

Créditos das ilustrações

0022Esboço de Wilson A. Ribeiro Jr., 2007. Apud Chadwick et al. (1986, p. 267) → / Fair use.

Imprenta

Artigo nº 0596
publicado em 12/05/2007.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. A tabuinha Kn Gg 702. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0596. Consulta: 29/06/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 30/04/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017