Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

Teócrito

... faltam algumas partes!
EM CONSTRUÇÃO...
c
 
Teócrito (-300/-260)

Teócrito (gr. Θεόκριτος), o maior dos poetas helenísticos e o último grande poeta grego, era contemporâneo de Calímaco (-315/-244) e também viveu algum tempo em Alexandria. Praticamente tudo que sabemos a seu respeito baseia-se em sua própria obra.

Biografia

Nasceu por volta de -300 em Siracusa,na Sicília, onde viveu até -275, mais ou menos; seus pais se chamavam Praxágoras e Filira. A julgar por alguns de seus poemas, deve ter conhecido várias regiões da Magna Graecia. Viveu algum tempo na ilha de Cós, onde aparentemente tinha laços familiares. Esteve também no Egito e frequentou a corte de Ptolomeu II Filadelfo (-308/-246); supõe-se que esteve novamente em Cós algum tempo depois e que compôs suas últimas obras por volta de -265/-260.

Nada mais sabemos de sua vida, nem mesmo o local e a data exata de sua morte.

Obras sobreviventes

Os principais poemas de Teócrito são conhecidos coletivamente por idílios (do gr. εἰδύλλιον, ‘pequeno poema’) devido à sua pequena extensão — de 100 a 200 versos, às vezes menos. Chegaram até nós cerca de trinta idílios, alguns epigramas e um poema figurado, A Flauta (Syrinx). A autoria de muitos idílios, de vários epigramas e de A Flauta é ainda disputada.

Os idílios podem ser reunidos em três grupos: idílios pastorais ou bucólicos (do gr. βούκολος, ‘boieiro’); mimos dramáticos e líricos; e pequenos poemas em versos épicos (gr. ἐπύλλια, sg. ἐπύλλιον).

Características

Língua

Como poeta, Teócrito tinha indubitavelmente bom gosto, inventividade e habilidade técnica (Dihle, 1994). Os diálogos de seus poemas, em especial os dos mimos, foram inspirados pela obra de um compatriota mais antigo, o siracusano Sófron[1]; os contos épicos, pela epopeia; mas a poesia pastoral, modelo e origem de todo um gênero literário, o Arcadismo, é criação de Teócrito.

Os versos de Teócrito mostram preocupação com a forma, mas sem a pedante erudição alexandrina. O vocabulário é simples, as numerosas comparações e os diálogos são curtos e naturais; nos idílios bucólicos, inclusive, está presente o dialeto dórico, utilizado pelos pastores sicilianos. Predomina o verso hexâmetro.

A erudição está também ausente dos epýllia: os heróis são retratados mais próximos dos homens do que dos deuses e mostrados frequentemente em cenas comuns do dia-a-dia. Nos mimos, o realismo e as cenas corriqueiras da vida humana aparecem com toda a nitidez.

Teócrito buscou, certamente, inspiração em formas e gêneros literários mais antigos, mas conseguiu moldá-los em um novo gênero literário. Pela primeira vez, portanto, personagens humildes e de baixo nível social foram retratados em hexâmetros e outros metros antes reservados aos aristocráticos heróis homéricos...

Manuscritos, edições e traduções

Há mais de 180 manuscritos de Teócrito, nem todos completos. (?)

A editio princeps de Teócrito foi publicada em Milão, em 1480, logo seguida pela Aldina, em 1495. Das edições antigas, as mais importantes : Warton (1770), Gaisford (1816), Wordsworth (1844), Ameis (1851), Ahrens (1855), Wilamowitz-Moellendorff, Edmonds (1912).

Edição padrão: Gallavotti 21955.

Vários idílios e outros textos têm sido isoladamente traduzidos para o português, em Portugal, desde 1792. Em 2012, Érico Nogueira traduziu todos os idílios atribuídos com certeza a Teócrito; algumas traduções específicas são mencionadas nas sinopses de suas obras.

Notas

  1. Diógenes Laércio (3.18) e Aristóteles (Po. 1447b.9) informam que Platão era grande admirador dos mimos de Sófron e teria tomado tais textos como modelo para a estruturação de seus diálogos. [M.C.C.D.]

Leitura complementar brpt

Érico Nogueira, Verdade, contenda e poesia nos idílios de Teócrito. São Paulo: Humanitas, 2012.

Créditos das ilustrações

i1056Teócrito (-300/-260) → Ver comentários.

Links externos

Imprenta

Artigo nº 0404, iniciado em 15/11/2001.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Teócrito. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0404. Consulta: 21/05/2019.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 22/03/2019 ← novidades Contato Outras páginas do autor Créditos
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2019