logo

Platão / Fedro 270c-d

Pl. Phdr. 270c-d c. -370
grver
texto original

Neste trecho do diálogo platônico, Sócrates menciona o médico Hipócrates de Cós e suas ideias. A tradução, efetuada anos atrás, foi revista para publicação nos Textos Hipocráticos (o.c.).

SÓCRATES  E a natureza da alma, então crês que é possível compreendê-la adequadamente sem (compreender) a natureza do todo? FEDRO  Se devemos efetivamente acreditar em Hipócrates, da família dos asclepíades, nada (se compreende) a respeito do corpo sem esse método[1]. So.E ele, meu amigo, tem razão. É necessário, porém, em relação a Hipócrates, examinar (nosso) argumento de perto e observar se ele está de acordo. Fe.Eu acho que sim. So.Observa, portanto, o que dizem sobre a natureza Hipócrates e também o argumento verdadeiro. Não é desse modo que se deve pensar a respeito da natureza de qualquer coisa? Primeiro, é simples ou complexa a arte que pretendemos praticar e que (pretendemos) tornar outras pessoas capazes (de praticar)? Depois, se ela for simples, verificar qual a sua força, para quais ações ela foi criada ou que coisas atuarão nela e, se ela tiver muitos aspectos, tendo-os contado, observar para cada um deles o que (se observa) para um único — para qual ação ele foi criado ou o que atuará nele?